segunda-feira, janeiro 24, 2011

Canções evangélicas que não consigo cantar. Pate 1

Canções evangélicas que não consigo cantar. Pate 1

Renato Vargens

Há pouco eu estive pregando numa igreja que em meio a tragédia da Região Serrana do Rio de Janeiro entoou efusivamente uma canção pedindo a Deus que derramasse sobre o povo ali reunido aguaceiro e chuvarada. 

Pois é, depois da tragédia do Bumba e da Região Serrana  eu não consigo mais cantar algumas canções do cancioneiro popular evangélico. Depois de ter conhecido pessoalmente a tragédia de Porto Principe no Haiti, eu não possuo a menor condição de cantar "que um terremoto vai acontecer".

Caro leitor, sinceramente acredito que  inúmeros quesitos são necessários a um saudável momento de louvor com música na igreja,  dentre estes  sensibilidade, compaixão, conhecimento bíblico, além é claro, de uma boa teologia, os quais infelizmente tornaram-se atributos inexistentes a boa parte da igreja evangélica brasileira.

Diante disto, assim como o compositor Paulo Cezar, do grupo Logos, eu também nestes dias sinto um verdadeiro espanto em meu coração.  E como já escrevi inúmeras vezes,  parece que a igreja brasileira se perdeu no caminho em direção ao trono da graça.

Com lágrimas nos olhos,

Renato Vargens.
Pitaco da Meire:
E só pra lembrar, vamos parar de cantar Faz Chover, Restitui e tantas outras músicas que estão disponíveis no mercado gospel.
Aliás, eu NÃO GOSTO de "música" gospel. Uma coisa que se resume em quatro ou cinco palavras tais como: chuva, benção, vitória, vencedor, e mais no máximo 4 acordes, fere não só os meus ouvidos, mas também o coração de Deus, pois Ele, nessas músicas, é rebaixado ao cargo de gênio da lâmpada mágica.

2 comentários:

LAERTE PINTO DE BRITO disse...

O que encontramos hoje na pratileira do mercado chamado gospel, são musicas antropocentrica, que não adoram a Deus, letras que não dizen nada no que tange adoração Isso só vem a revelar a qualidade da vida espiritual da igreja e o tipo de culto que tem sido apresentado a Deus. Porque não dizer, fogo estranho.

Pandora disse...

Faço coro as suas palavras: "acredito que inúmeros quesitos são necessários a um saudável momento de louvor com música na igreja, dentre estes sensibilidade, compaixão, conhecimento bíblico, além é claro, de uma boa teologia".