terça-feira, agosto 18, 2009

Como Nasce Uma Heresia - XXIII - Unção da Prosperidade



Como Nasce Uma Heresia - XXIII - Unção da Prosperidade

Autor: Pr. Airton Evangelista da Costa


Hoje, apresento a vocês a fórmula infalível para ganhar muito dinheiro. Vocês nunca mais chorarão miséria. Suas contas bancárias ficarão abarrotadas de grana. Comecem a ver pelos olhos da fé, o dinheiro caindo do céu sobre suas cabeças.

Lembrem-se de que nada se consegue sem uma dose de sacrifício pessoal. Nada é de graça. Até a nossa salvação foi paga com preço de sangue. A Unção da Prosperidade está em suas mãos. Tudo agora depende de vocês. O Espírito me guiou para lhes falar assim.

É tudo muito simples. Estão vendo o número de telefone que está na tela da sua TV? Pois bem, liguem agora, façam um voto de R$900,00 e depositem respectivo na conta bancária indicada pelos atendentes. Estamos com dez telefonistas à sua disposição. Façam o voto o quanto antes. A unção está quentinha; saiu do forno agora mesmo.

Vocês dirão: Mas nunca me propuseram tal coisa! Sim, concordo. Nenhum ministro do evangelho recebeu qualquer comunicação divina nesse sentido. Eu a recebi e repasso.

O voto pode ser parcelado em até três vezes, e pago por boleto bancário ou cheque pré.
No caso de pagamento parcelado, a unção será proporcional ao valor da parcela paga. Isto é, a cada quitação da parcela, os candidatos a serem ricos receberão um terço da unção. Ao final do pagamento, receberão o benefício na sua totalidade. Após isso, é só contar os dias. Aos mais apressados, remeteremos a unção via Sedex, desde que pago o valor do porte. Uma unção plena, cheia, completa, pesa em torno de um quilo.


Quitado o voto, vocês receberão em suas casas o Certificado de Prosperidade, nos seguintes termos:

“Fulana dos anzóis cumpriu integralmente seu voto e pode ser considerada uma pessoa rica. Ela possui a Unção da Prosperidade”.

Ao apresentar esse certificado em nossas lojas comerciais, o portador terá desconto de até quinze por cento nas compras a vista. Só com esses descontos, já começa a melhorar sua situação financeira.

Venham todos receber a Unção da Prosperidade.

Nota: Trata-se de uma ficção com o intuito de alertar o povo de Deus contra promessas enganosas. Qualquer coincidência com fatos reais é mera coincidência.
Via: Palavra da Verdade

6 comentários:

pastor guedes disse...

Prezada Meire,

Estou passando para agradecer sua visita ao pastorguedes.blogspot e parabenizar pelo conteúdo e formato de seu blog. Parabéns!

Que Deus lhe abençoe.

Abraço fraterno.

Gilson disse...

No episodio grotesco, foi mencionada uma frase que carimba definitivamente a invencionice como uma grossa heresia, foi a seguinte: "Deus nunca fez isso antes, Ele me falou, eu nunca fiz isso antes e principalmente em programa de tv."
Venhamos e convenhamos: para haver fogo que nunca se apagara (lago de fogo) tem que haver muito combustivel, no caso, joio de primeira qualidade, entendo por que esse joio cresce em todas as direçoes.

Ralffer Barbosa disse...

Mera coincidência?
Fez foi cair como uma luva.
Na verdade você conseguiu traduzir com boas palavras exatamente aquilo que deveria ter sido dito no programa em questão.
Mandaram aquela mensagem com capa de ovelha (e olha que uma ovelha meio manca e manchada) e por dentro aquele lobo sagaz. Babando sangue pelo dinheiro.
Infeliz de quem contribuiu.

São tantos o clichês, mas destaco esse que o sr. Gilson mencionou: 'Deus nunca fez isso antes'. Os caras são tão pilantras que esqueceram da maior profecia, do maior milagre, o maior prodígio de todos os tempos, ou seja, o 'nascimento de Jesus e seu respectivo sacrifício de amor por nós!'.

Deus nos abençoe.

Meire disse...

Pastor Guedes
Obrigado pela visita e pelos eleogios, que Deus continue nos dando sabedoria para divulgar as Boas Novas e denunciando as heresias.

Meire disse...

Gilson com certeza aquela frase foi de doer a alma.
Cara de Pau Pura!

Meire disse...

Ralffer Barbosa
Acho que a maioria percebeu a loucura dessa frase né?
Infelizmente não foi assim, tem muita gente reclamando de nós hereges que não sabemos ouvir a voz do "homem de Deus".
Misericórdia.