domingo, janeiro 17, 2010

Zilda e o Big Brother

por revdigao
Semana complicada, essa. Começou mais um produto do esgoto televisivo brasileiro, o Big Brother, a quintessência da futilidade. Teve também a morte de Zilda Arns, no Haiti, vítima do terremoto que atingiu aquele local. Para você ver como andam as coisas:
Zilda era médica pediatra e sanitarista. Os brothers são… são… são o quê mesmo?
Zilda fundou a Pastoral da Criança e, posteriormente, a Pastoral do Idoso. Os brothers fundaram… (?)
Através das Pastorais, milhões de crianças e idosos foram ajudados. A quem os brothers ajudaram?
Zilda estava no Haiti, um dos países mais pobres do mundo, para fazer palestras e encontros com lideranças de ONGs daquele país. Os brothers querem mesmo é viajar para Miami.
Zilda morreu no Haiti. Os brothers seguem firmes e fortes em sua “casa”.
Mas, infelizmente, Zilda Arns ocupa agora a mídia devido ao seu trágico falecimento. Posteriormente será colocada em segundo plano. Já o Big Brother vai ocupar as mentes de brasileiros por meses, quando as subcelebridades que dali saírem continuarão tentando um lugar debaixo do holofote.
Zilda nunca foi uma celebridade. Sempre foi uma mulher discreta, até mesmo devido à sua ascendência alemã. Os big brothers podem ser tudo, menos discretos, pois vivem de explorar o vazio de suas vidas. Preenchem o vazio com mais vazio, num processo sem fim.
A grande questão é: quem será sempre lembrado por Deus, Zilda ou os big brothers? Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre. (1Jo 2.17)
Fonte: Blog do Digão

Pitaco da Meire:
Zilda tirou tantos quanto pode tirar do paredão da morte, e por isso morreu.
Os BBs colocam o outro no paredão pela ganância;
Zilda nunca aceitou a mentalidade do "eliminar pessoas que estão atrapalhando meu caminho", ao contrário, se colocava no caminho dos eliminados pela sociedade para resgatá-los. Já os BBs "eliminam" quem estiver atrapalhando o sonho da fama e dinheiro fácil;

Um comentário:

Descanso da Alma disse...

Brilhante, vou espalhar este maravilhoso texto.