sábado, julho 24, 2010

leão ou chacal

leão ou chacal


Após a conversão de Sundar Singh, houve grande tumulto na cidade. A escola protestante foi fechada, os missionários tiveram que fugir para Ludhiana. Em casa, o pai de Sundar tentou dissuadi-lo dessa nova fé:
“Meu querido filho – luz dos meus olhos, conforto do meu coração – que você tenha vida longa! Como seu pai, eu clamo para que você considere sua família. Certamente você não deseja que o nome de sua família caia em desgraça. Certamente essa religião cristã não ensina a desobediência aos pais. Eu ordeno que você cumpra o seu dever e se case. Já escolhi uma noiva, como é nosso costume, e tudo está preparado. Como presente de noivado, eu vou lhe deixar uma herança de 150.000,00 rúpias, que garantirão a você e à sua família uma vida confortável e segura. Seu tio ainda vai lhe dar uma grande herança em ouro.
“Estou sendo bem razoável, meu filho. Mas se você se recusar a ouvir-me, então saberei que está disposto a desonrar sua família, e não terei outra alternativa senão deserdá-lo. Você está usando o bracelete de um Sikh, você está usando cabelos compridos como um sinal de um Sikh, você tem o sobrenome de um Sikh. Será que você se esqueceu do significado do nome que nossos pais adotaram? Você esqueceu o que significa ser um Singh?
“Não, pai; esse nome quer dizer ‘leão’.
“Você sabe o significado de nosso nome, e ainda assim age como um chacal do deserto. Por quê? Chegou o tempo de você fazer sua escolha”.
Sundar Singh voltou ao seu quarto e orou. Então cortou seu cabelo
(The Wisdom of the Sadhu, p. 27-8).

Um comentário:

Genilda Silva disse...

Tradições de família podem ser muito fortes quando alguém se decide por outra fé, principalmente a fé cristã.
Mas quem quer de todo o coração seguir a Jesus, não há tradição que o impeça.
http://princesas-de-deus.blogspot.com/