sábado, novembro 14, 2009

O Reino Entre Nós


Mauricio Cunha e Beth Wood


Contrariando o pensamento comum, os pobres servem de exemplo para nós, e não o oposto. É um dos paradoxos do reino de Deus. A viúva pobre, que ofertou a Deus as únicas moedas que possuía, serviu de exemplo para os discípulos (Mc 12.41-44).

Uma das definições mais interessantes de desenvolvimento comunitário é ‘trabalhar para o êxito dos outros’. Isso exige maturidade e desprendimento por parte do discipulador. O agente de desenvolvimento sábio faz com que o povo se envolva no processo de maneira participativa, de forma que as pessoas da comunidade sintam que o trabalho é delas.

Quando implantamos nossos projetos sociais apenas para nos dar o direito de evangelizar as pessoas, estamos usando a necessidade do povo para fazer valer o nosso discurso.
 
Esse livro eu ganhei no site irmaos.com. Além de  do excelente conteúdo que o site disponibliza, eles ainda dão prêmios aos ouvintes do podcast irmaos.com! Quer mais? O podcast deles foi eleito o melhor do ano de 2008! Vá até o site e faça o seu cadastro e desfrute também dessa benção chamada irmaos.com! 

Um comentário:

Descanso da Alma disse...

Esse é o grande problema, principalmente no meio evangélico, pois não se faz a ação visando o bem estar e o crescimento do outro, mas a aquisição de mais um adepto.

Cristo quando veio ao mundo, não olhou para as pessoas como potenciais adeptos de uma nova religião, mas a possibilidade de ver aquela vida transformada e curada de suas feridas.

Paz e bem