segunda-feira, novembro 23, 2009

Pobre Professor Gay

A tendência de seguimentar o mercado cinematográfico já não é novidade, e com isso, filmes cuja a temática é a homessexualidade tem ganhado larga divulgação nos dias em que é quase uma afronta ser heterossexual. 
O filme é uma total inversão de valores e papeis, onde o aluno faz papel de grande sedutor, e como consequência, o grande professor da sexualidade homossexual. Claro que isso é uma forma de colocar em pauta uma grande polêmica sob disfarçe de romance. Ao invés do professor seduzir ao aluno, no filme, o aluno seduz o professor. 
Isso tudo serve para: 
  • Colocar em debate algo que é inegociável: a possibilidade de um relacionamento entre professor e aluno é antiético, ainda que seja um relacionamento heterossexual;
  • Cauterizar a mente das pessoas;
  • Causar a impressão de que esse relacionamento é "normal", que tudo vale a pena, se for por amor.
O curta-metragem de Gui Ashcar, "Professor Godoy", é História de sedução entre aluno e professor. A história de um professor de matemática que se vê seduzido por um aluno e vive o impasse de ceder à tentação ou manter o princípio ético da profissão.
Logo abaixo o teaser do filme Professor Godoy:


Um comentário:

Júnior Rubira disse...

Querem naturalizar a todo custo esta abominação que é o homossexualismo.