quinta-feira, setembro 17, 2009

Shirley Carvalhes e Marcos Antônio: Cantores esquecidos que disputarão vaga no Congresso

Os últimos meses deram uma prova de que as eleições em 2010 serão acirradas. No episódio mais recente dessa história, surgiu a possibilidade (que em breve se tornará realidade) de a assembleiana Marina Silva, a "primeira-dama do meio ambiente", se candidatar à presidência da República. Caso Mariana entre mesmo na disputa, saindo do PT para o PV, as projeções da candidata governista Dilma Rousseff podem ser abaladas.

Além da ex-ministra - membro da AD desde 2004 -, várias celebridades do mundo evangélico vão tentar uma vaga na política nacional. Entre os muitos candidatos, há dois cantores que um dia fizeram sucesso e hoje caminham de mãos dadas ao ostracismo. Para não ficarem apenas na memória, Shirley Carvalhaes (aquela mesmo) e Marcos Antônio são pré-candidatos a deputado federal por Pernambuco. A disputa pelos votos promete agitar o Estado.

Marcos Antônio, cantor conhecido pelas músicas "Toma os pedaços", "Te peço perdão", entre outras, será o grande trunfo do PRB em Pernambuco e tentará se reeleger. Seu reduto eleitoral concentra-se em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana. O Negrão Abençoado não gosta de ser chamado evangélico (não até chegar as eleições). Para ele, chamá-lo de "gospel" ou "candidato ecumênico" constrange menos. Resta saber se ele, de fato, tem sido um crente fiel, ou se prefere se enquadrar no mundo "gospel" e "ecumênico" de hoje.

Marcos Antônio terá um obstáculo de peso na disputa. Trata-se de Shirley Carvalhaes, cantora com mais de 1 milhão de discos vendidos. Shirley esteve no auge durante os anos 90, cantando músicas como "Faraó ou Deus" e "Ninguém vai impedir o meu canto". Muito prestigiada no meio evangélico, Shirley Carvalhaes foi quem "descobriu" cantoras como Fernanda Brum, que já abriu um dos shows da Shirley Carvalhaes, em meados de 1996, com mais de 150.000 pessoas. Hoje, aos 54 anos e com mais de trinta cds gravados, a cantora carioca mudou-se para Jaboatão dos Guararapes (o reduto do Negrão), se tornou a vice-presidente do PRTB e postulará pelo pleito em Pernambuco.

A briga parece boa. São dois nomes fortes no meio evangélico pernambucano para a Câmara. Além deles, vão pleitear, entre outros, o representante do clã Ferreira (pela vaga, entra Anderson, filho de Manoel Ferreira) e um candidato apoiado pela AD do Estado - especula-se que seja o pastor Francisco Eurico, ainda que a Igreja não tenha dado uma resposta pública ou se ela vai, de fato, escolher alguém para apoiar.

Faltando pouco mais de um ano para as eleições, a guerra pelos votos dos evangélicos já começou!
Pelo crivo de:  

3 comentários:

Moyses Alexandre de Godoi disse...

Shalom Adonai...

Os cantores do mundo quando caem no ostracismo repentinamente aparecem convertidos e a maioria com claras indicações de que o que queria mesmo era ter um público, já os cantores evangélicos acho que quando caem no ostracismo o que lhes atrai mesmo é uma oportunidade de ganhar bem sem trabalhar...
Paz a todos...

Meire disse...

Graça e Paz Moyses.
É estranho imaginar que essas pessoas até pouco tempo falavam do chamado de Deus que o direcionaram para a carreira de cantores de músicas cristãs, agora esse mesmo Deus quer eles na carreira política.
Não que Deus tenha que ser previsível ou explicável todo o tempo, mas esse povo já deu mostra que a mudança se deve ao fato de estarem com suas carreiras em decadência.

Hany disse...

BEM, EU SEI QUE TODO CANTOR TRABALHA E MUITO. ATÉ PORQUE EXISTE SHOW COMO ELES MESMOS DIZEM. MAS VEJO QUE ESTAMOS NOS FINAIS DOS TEMPOS. ONDE JÁ SE VIU UM CRENTE ENTRAR NA POLITICA, ISSO É VISÃO FINANCEIRA. ESTÁ SENDO CIRCULADO NA TV, IMAGENS DE POLITICOS SÓ ROUBANDO, ATÉ SEM TER ONDE COLOCAR O DINHEIRO, OH! SERÁ QUE É OS FARSANTE DE EVANGELICOS QUE VAI MELHORAR ESTA POLITICA, OH SHIRLEY, TENHO A COLEÇÃO DE CDS DA MESMA, MAIS SINCERAMENTE, ELA PRECISA BUSCAR DEUS PRA SUA VIDA. TER VERGONHA DE SE EXPOR, TANTO ASSIM.