sexta-feira, dezembro 04, 2009

Quem Questiona Renê Terra Nova Vai Ser Comido De Bicho

por: Meire
No dia 01 de dezembro o paipóstolo Renê Terra Nova ministrou aos seus servos pastores e líderes desatados na Visão Celular no Modelo dos 12.
  A palavra que o paipóstolo ministrou foi sobre a importância de preservar a identidade do Grande Eu Sou, e devo confessar que concordo com ele.
Já imaginou Deus com uma crise de identidade? Ele teria que fazer terapia com Freud, que por sua vez iria querer colocar a culpa nos pais de Deus, e isso geraria uma depressão profunda no Grande Eu Sou - tadinho Ele é órfão!
É uma visão profunda que o apóstolo teve:
Na Palavra principal desta manhã, o Apóstolo Renê Terra Nova falou sobre a responsabilidade que o líder da Visão Celular tem em preservar a identidade do Grande Eu Sou. Lembrou que o nome de uma pessoa é o bom tesouro que deve ser preservado. Para isso, no entanto, o líder deve em primeiro lugar conhecer a identidade do Grande Eu Sou, que fará toda diferença na sua vida, deixando de lado a exaltação pessoal. “Nunca um líder deve questionar a identidade do Grande Eu Sou. Todos os que fizeram isso, acabaram provando a morte física e espiritual, com o exemplo de Faraó, no Egito”.
Questionar também é verbo proibido. Como? Isso mesmo que você leu: É proibido questionar, e isso vale também no caso do líder: Em segundo lugar, lembrou o Ap. Renê Terra Nova, o líder deve preservar a identidade do seu líder. Ele nunca deve questionar a identidade de seu mentor, a identidade de sua liderança. No dia em que João Batista fez isso, perdeu a cabeça. Ele que havia preparado o caminho de Jesus, que era primo de Jesus, mas que perdeu o legado da identidade de Jesus, quando entrou na rota da suspeita da identidade de seu líder. “Herodes questionou a identidade de Jesus e foi comido por bichos. João Batista questionou a identidade de seu líder Jesus e por isso perdeu a cabeça. Todo aquele que duvida da identidade do líder perde a legitimidade e o legado da liderança de Jesus”, disse o Apóstolo.
Percebeu aonde o apóstolo quer chegar? 
Ele começa com uma afirmação que dificilmente algum ouvinte iria questionar, e a partir da premissa ele forma uma sentença falaciosa: Essa é uma reunião para que o EU SOU volte a reinar na sua vida, e para marcar uma geração que tem a revelação do EU SOU. Então não questione o EU SOU na sua vida, não questione a identidade do seu líder , e não questione a sua identidade de nova criatura em Cristo”, finalizou o Ap. Renê Terra Nova.
Todo esse discurso não passa de uma técnica aprendida nesses cursos mequetrefes de liderança, isso nada tem com o evangelho. Fica nas entrelinhas que quem questionar o apóstolo, ainda que seja uma pessoa muito chegada à ele, ligada por laços de sangue, como João Batista, que era primo de Jesus, pode ser desligado do grupo pastores e líderes desatados na Visão Celular no Modelo dos 12. E isso na melhor das hipóteses, pois pode acontecer que o baderneiro questionador sofra a morte física e espiritual por mecher com o ungido líder apóstolo. 
Do jeito que anda as coisas, em menos tempo que o Renê Terra Nova imagina, surgirá um bispo Valdemiro no seu meio, é sempre assim que acontece. 
O texto em verde foi extraído do blog do Ap. Renê Terra Nova.

5 comentários:

Descanso da Alma disse...

Fico pensando, Jesus questionou a identidade de quem pra morrer numa cruz?
Ou mesmo Estevão? Que identidade ele questionou pra levar uma pedrada mortal na cabeça?
Quem sabe o nome verdadeiro de Deus?
Pois na história ele se apresenta de várias formas, Iaweh, Javé, El, Eu Sou e por aí vai. Quem poderá saber seu nome?
Vou parar por aqui senão corro o risco de perder a minha cabeça também, já não sou muito bom com ela, imagina sem. heheheh

Paz e Bem Meire

Gilson disse...

O objetivo dessa figura esta bem explicito. Ele quer obediencia cega, sem questionamentos. Esquece-se de que o aprendizado e principalmente a verdade vem por questionamentos principalmente de tradições e costumes. Jesus questionava os doutores da lei e fariseus o tempo todo. E mostrava que por seguirem ritos e tradições eles invalidavam as escrituras. Que coisa triste essa "heresinterpretação" sobre joão batista ter perdido a cabeça, no minimo falta de exegese e hermeneutica então nem se fala. E eu burrinho como sou pensando todo esse tempo que foi porque ele falava contra herodias (adultera) e o proprio Herodes o queria livrar mas como havia prometido ate metade do seu reino...

Humberto Ramos disse...

Esses caras não têm limite! São terríveis!

Anônimo disse...

Esse camarada esteve aqui em Israel na Festa dos Tabernaculos e numa manha falou no plenario, enfatizando, eh claro a teologia da prosperidade e dizendo que todos maridos ali presentes iriam comprar carro zero pra suas mulheres, ainda esse ano. A mulherada foi ao delirio. Depois disse que os judeus daqui hoje nao sao judeus tem apenas a "essencia" e que essa terra pertencia por direito a nos (se referindo a Igreja) e acentuando bem a voz na palavra "nos". Como se ja nao nos bastasse tanta gente de olho nesse pedacinho de terra, ainda temos que aturar o Terra Nova, e sua ganancia de poder. Fora toda essa exegese maluca, o portugues do cara era uma vergonha.
Desculpe, estou aproveitando esse espaco para desabafar a minha indignacao naquele dia....

Arthur disse...

Se João batista estivesse entre nós, talvez olhasse pra Rene e dissesse: "raça de víboras".

Eu não suporto a mediocridade ridícula desses miseráveis da fé. São uma vergonha para os heróis da fé, e para tantos que deram sua vida por amor à Cristo e à sua Palavra.